terça-feira, julho 19, 2011

Todo dia é dia de futebol

É difícil explicar uma paixão inconsciente, que geralmente nasce sem se perceber. Um amor incondicional, que mexe com você de um jeito estranho, inexplicável. Você, pessoa normal que não foi acometido por esse mal, não sabe o quão agoniante são os dias que vão do final do Campeonato Brasileiro até o inicio dos Campeonatos Regionais. É como se o ano só começasse em fevereiro.  Assim é a paixão de um fanático por aquilo que deixou de ser a muito tempo apenas um esporte: o Futebol.
O fanatismo pelo futebol é algo que somente os apaixonados sabem. Para as pessoas normais é inconcebível entender por que às vezes cometemos loucuras por nossos times do coração. Talvez nós mesmos não saibamos explicar....Quantas vezes deixamos de sair de casa aos domingos? Ou quem de nós nunca “gazetou” aula na quarta-feira só para assistir aquele jogaço da Liga dos Campeões? Quantos relacionamentos já foram por água abaixo, ou porque o parceiro não entendia esse fanatismo, ou porque vocês só faltavam se matar em dia de clássico. Ou quantos outros nem começaram por que você descobriu que o cara era Bicolor e São Paulino?
Enfrentar o machismo que ainda cerca o mundo da bola não é fácil, ainda mais quando se pretende trabalhar com isso. Se um homem não gosta de futebol, ele é gay, e se uma mulher além de gostar, entende de futebol é o fim do mundo. Imagine essa situação: Filha, vamos ao shopping? – Valeu pai, não quero não, hoje tem RexPa. E o seu pai te olha e diz: Ai meu Deus, isso não é normal minha filha!
Agora um caso particular: Você que me critica por torcer por times do Sudeste do país...shut up! Só um fanático como eu, sabe como é passar UMA semana sem ter jogo na quarta e no domingo. Agora imagina o que seria de mim se torcesse apenas por um time regional? Só assistiria a 20 jogos durante um ano! Sabe o que é isso? É desesperador =O Pensa numa pessoa que quase voa no professor de filosofia por que criticou as pessoas que torcem para times de fora do estado? Bem se você me conhece nunca faça isso. Ou terá morte no recinto!
Ser fanático é torcer não só durante os 90 minutos, é respirar futebol 365 dias por ano. É ficar em êxtase após a conquista de uma simples série C. É não dormir direito em dia de jogo decisivo. É ficar deprê após uma eliminação na Libertadores por um time desconhecido dos confins da Colômbia. É rezar para todos os santos possíveis durante uma disputa de pênaltis. É querer matar o infeliz que fala mal do seu time (mesmo quando você sabe que ele está ruim). É acordar cedo no dia seguinte após a conquista de um título, vestir o manto sagrado, chegar fodasticamente na farmácia e comprar um Diário do Pará só pelo pôster de campeão (sensação deliciosa, ainda mais quando o caixa da farmácia é Botafoguense).  
Após uma derrota a gente sempre fala: E quem disse que eu gosto de futebol? Apesar do ódio momentâneo que vem após uma decepção, os verdadeiros torcedores JAMAIS abandonam seu clube, mesmo quando ele não tem divisão e está há anos sem conquistar um título sequer ( saudações azulinas \o/ ). Fidelidade é o lema dos torcedores verdadeiros. Afinal futebol é isso, nem sempre se vence (salvo aquele São Paulo que conquistou tudo com o Muricy). Ser torcedor é sofrer, chorar, sorrir...mas nunca desisti. Afinal...O sentimento não para!
                    Feliz Dia Nacional do Futebol!

2 comentários:

  1. Esse texto, se não fosse a besteira que escrevestes no segundo parágrafo... Mas, vindo de uma pessoa que torce pra um time que só joga "20 jogos durante um ano", dá pra relevar! xd

    Muito bacana o texto. E Feliz Dia Do Futebol pra todo brasileiro!!!

    ResponderExcluir
  2. Gosta de futebol, mas pelo menos escreve bem. Te perdoo, amiga. HAHA (Vejo porrada da galera apaixonada nos comentários abaixo =x)

    ResponderExcluir